AO VIVO

sábado, 25 de abril de 2015

Barcelona vence derby da Catalunha

Foto: Pep Morata-Mundo Deportivo
Com 45 minutos fantásticos, o Barcelona não encontrou dificuldades para vencer o Espanyol e manter a ponta da Liga das Estrelas por mais uma rodada. Neymar e Messi decidiram para o Barça o derby.



O JOGO
Já nos primeiros momentos percebia-se que o Barcelona não estava afim de dar chance para o azar. Com Rafinha no meio campo e com uma postura agressiva nos primeiros minutos, o Barcelona foi decido a liquidar a fatura ainda no primeiro tempo.

O trio MSN estava impossível. A toda jogada eles se procurava. E sempre saía boas jogadas. Neymar teve as duas primeiras chances. Na melhor, após passe mágico de Messi, o camisa 11 infiltrou-se entre os zagueiros e tocou por cima do goleiro Kiko Casilla. Por um detalhe a bola não entrou. 
Mas Neymar, logo em seguida teria a chance de abrir o placar. Após grande jogada coletiva, que começou pela direita, com Messi, a inversão para a esquerda, com Alba. O lateral entrou em alta velocidade e de primeira cruzou pra área. Luis Suárez mostrou muita inteligencia ao fazer o corta luz para Neymar, que vinha de frente e na marca da cal, apenas chapou a bola para o fundo das redes, Barcelona 1-0.

O Espanyol não conseguia sair de trás. Quando tentava alguma jogada, era rapidamente desarmado e o limite era a intermediária defensiva do Barcelona. O goleiro Cláudio Bravo foi um mero espectador. Aquele privilegiado, que assiste o jogo dentro de campo e de vez em quando participa do jogo.

O segundo tento do Barça era questão de tempo, já que o volume de jogo do time de Luís Enrique era absurdo. Mais uma vez, tivemos o ataque MSN em ação. Neymar começou a jogada pela direita, deixou com Suárez. O uruguaio levantou a cabeça e viu Messi entrando livre pelo lado esquerdo de ataque. Luisito não pensou duas vezes e inverteu a jogada. "La Pulga" teve tempo de dominar e quase sem angulo arrematou no lado esquerdo, sem chances para Kiko Casilla. Era o nocaute ainda no segundo round.
O primeiro tempo terminou e não se tinha perspectiva de uma reação dos donos da casa. O Cornella-Él Prat assistia calado o show do Barça na etapa inicial.

O segundo tempo começou daquele jeito Barcelona. Se defendendo com a bola, aliás é a melhor maneira de não sofrer gols. Mas a expulsão de Alba ainda no principio do segundo tempo, talvez pudesse servir de animo para o Espanyol. 

Mas não foi. O Barcelona seguiu criando chances. Neymar teve uma clara, mas isolou por cima do gol. O técnico do Espanyol demorou pra mexer. Caicedo, que não finalizou uma vez no gol saiu e deu lugar a Stuani. Os mandantes resolveram adotar uma estratégia não muito boa. Simular faltas na entrada da área. Antonio Mateu Lahoz não caiu em nenhuma das simulações do Espanyol.

Mesmo com um a mais, o Espanyol não aproveitou. Apenas uma finalização no segundo tempo, que venho a ser a única efetiva da partida. Stuani recebeu em velocidade, sozinho contra Bravo, mas na hora de finalizar pegou muito mal na bola.

A torcida então resolveu fazer sua parte. Começou a incentivar o time da casa, mas faltava qualidade no acabamento das jogadas. O Espanyol até tentou uma abafa, mas não conseguiu. Luís Enrique colocou Rakitic e Xavi e fechou todas as fronteiras para o Espanyol. Não havia espaços para invadir o território do Barcelona. Para fechar a partida melancólica do Espanyol, Hector Moreno foi expulso por reclamação, já nos acréscimos.

O Barça faz a sua parte e encaminha o título do Campeonato Espanhol. O jogo mais complicado da sequência, é o Atlético no Calderón.

Ouça os gols da vitória do Barcelona com Rodrigo Oliveira e Lucas Felipe